Quem ama trai....

Algumas pessoas, provavelmente, podem ficar espantadas com essa afirmativa. Realmente, quem poderia dizer que uma pessoa que ama outra possa trai-la? Mas infelizmente isso tem acontecido.

Vários casais enfrentam esse problema em seu casamento e normalmente não entendem o motivo que isso está acontecendo.

Pedro era um homem trabalhador, trabalhava de sol a sol para sustentar sua família, sua esposa uma mulher com um temperamento muito forte, que influenciava muito a sua vida e suas decisões, esse era um dos motivos que a amava. Mas havia um problema, se relacionava com outras mulheres. Quando a esposa descobriu, vieram me pedir ajuda, no princípio eu questionava o seu amor pela esposa, mas ao conhece-lo melhor pude vê que realmente a amava. Questionei sua atitude junto a sua esposa, ele mesmo não sabia o motivo que o levava a realizar tais práticas, mesmo sabendo que corria o risco de perder seu casamento.

Quais os motivos ou o que o motivou a tomar essa atitudes? Homens de D-us também não escapam a essas situações, temos casos de pastores e pessoas usadas por Ele que perderam seu ministério ou mesmo passaram por situações constrangedoras devido a essas atititudes. Nos tribunais não são poucos os casos de separação devido a prática de adultério, mesmo o outro sabendo que seu parceiro a ama as vezes não aceita mais a convivencia juntos.

Essa história que contei acima, usando claro um nome fictício, ouvimos quase todos os dias nos gabinetes pastorais.

O que a palavra nos diz a respeito disso?

Comecemos pelo principio no livro de Genesis (Bereshit).(*)

Assim que o Eterno trouxe a mulher ao homem ele disse "Esta vez é osso dos meus ossos e carne da minha carne; a esta será chamada mulher, porque do homem foi tomada esta." Gn 2:23. Tooltip Ao criar o homem D-us o chamou de Adám, mas logo após de dar-lhe a sua companheira Ele passou a chamá-lo de Esposo. A palavra Hebraica para Esposo é Ish , e a ela chamou de Esposa que em hebraico é Ishá . O Eterno colocou tanto no nome do Esposo como na Esposa o Seu Nome. A letra Iod em Ish e a letra de Ishá, formam a palavra que significa o diminutivo do nome do Eterno. Com isso, Ele está dizendo "Se eles andarem nos Meus caminhos e observarem os Meus mandamentos. Meu Nome estará com eles; Eu os preservarei dos males e das aflições. Caso contrário. Eu retirarei Meu Nome e serão um para outro Esh que significa em Hebraicofogo devorador."

Na frente no capitulo 24 o Eterno completa "Portanto deixam o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, e serão uma (só) carne." O próprio Senhor Yeshua relata isso também em Mateus 19:5 e 6 bem como Marcos 10:8. Shaul também relata isso em I Co 6:16 ao chamar a atenção sobre a prostituição e adultério dizendo "Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só came."

Quem ama trai, mas aquele que teme ao Senhor não trai.

Não devemos basear nosso relacionamento visando somente o amor que um sente pelo outro, aquele que faz isso está sujeito a traição. Leiamos Isaias 29:13 que diz “O povo se aproxima de mim com a boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu Coração está longe de mim”, diz mais, “o temor para com Ele consistia só em mandamento de homens em coisa aprendida por rotina”. O coração do homem precisa estar pertinho do Senhor e para isso é necessário que haja temor à Sua palavra. É necessário que o casal saia de sua rotina diária e procure conhecer o Eterno, através de Sua Palavra. O conhecer, não significa somente aprender de cor os versículos e sim praticar, obedecer.

Davi, de acordo com a palavra, “homem segundo o coração de Deus” At 13:36, Tooltip praticou o adultério com Bet Seba e depois de engravidá-la mandou matar um de seus melhores amigos, Urias, esposo dela. O que levou Davi a praticar tamanho pecado? Naquele momento estava o seu coração de acordo com a vontade do Eterno? Lógico que não, e por causa disso teve que colher frutos dos atos que praticou, pois seu próprio filho o persegui e usurpou seu trono. II Samuel capítulos 13 a 19. Davi adulterou, mentiu e matou para esconder seu pecado. Apesar de tudo isso D-us perdoou Davi, porque? Arrependimento. Davi se arrependeu. O arrependimento é a chave da porta dos nossos corações para que Yeshua possa entrar. Apocalipse 3:20 “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”.

Alguns pastores pregam esse versículo para evangelizar pessoas que desconhecem o Messias, mas se analisarmos direito, notaremos que esse texto é dito para aqueles que O conhecem, ou pelo menos pensam que conhecem. A todo momento, devemos abrir nossos corações para que o Senhor Yeshua entre e tenha intimidade conosco.

Para que um casamento seja realmente feliz completo, D-us tem que estar no meio do casal, não somente em palavras mas em obediência.

D-us não fez o homem para ficar sozinho, o casamento é uma instituição Divina. Sua celebração não necessitava antigamente de nenhuma cerimônia religiosa especial, de intervenção de um profeta, pastores ou rabinos. Era um ato sagrado ao qual nenhum rito necessitava acrescentar nada em santidade ou importância.

Hoje a sociedade instituiu ritos, mas que nada valem se não tiverem seus corações voltados para D-us. O centro do seu casamento tem que ser IÁ, ou seja, D-us.

Sem D-us nenhum casamento será totalmente feliz.

Por isso repito “Que o amor não segura e nunca vai segurar seu casamento. Busque a D-us juntos em parceria, aprenda a colocar Ele acima de tudo inclusive de você mesmo,  que nada, mais nada, poderá atrapalhar.”

Tenho mais de 30 anos de casado hoje, e tenho plena consciência de que o que me inibe de trair minha esposa não é o amor que eu sinto por ela, que por sinal é muito grande, e sim, só de pensar que Ele está com os olhos como chama de fogo sobre minha vida, me traz um temor muito grande. O amor que sinto por ela não me afasta da traição e do adultério e sim o amor que sinto por D-us. "O Temor a D'us é o princípio de toda sabedoria".

 

Baruch Há Shem!

Bendito seja O Nome!

Prs. Antonio Carlos e Cláudia Márcia

© Copyright - Todos os Direitos Reservados ao Pr. Antonio Carlos - Ministério Brit.
Para cópia dos textos somente com autorização prévia do autor.

(*) Texto tirado da "Torah - A Lei de Moisés", pág. 7.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar